quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

O que caracteriza o fanatismo


Leoa, rugindo

Normalmente quando se fala em Fanatismo a maioria das pessoas logo pensa nos Evangélicos, que professam sua fé de modo mais claro , porém o fanatismo é muito mais complicado que isso, ele atinge sim as religiões, mas também atinge as pessoas que gostam de futebol, que gostam de determinados cantores, ele não tem preconceito de raça, cor, gosto alimentar, religião e até sem religião.

Mas sem religião? Como é possível?

Pois é, para alguns - infelizmente - O ateísmo virou Doutrina.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

E-Books IACH

 e-books IACH


E-BOOKS IACH

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Joca da Calne : Quadribooks

Olá amigos

Agora em Novembro estamos lançando o primeiro Número de nossos Quadribooks.
Quadribooks?

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

LIVRO: PORQUE OS ANIMAIS SOFREM


Nosso terceiro e-book está disponível no Amazon:



O livro "Porque os animais sofrem" é uma resposta as inúmeras questões elaboradas sobre o sofrimento dos animais e sua espiritualidade. Ao longo dos anos nos deparamos apenas com uma argumentação sobre o tema: Eles sofrem para evoluir. Mas seria somente este o motivo de tamanhas dores? Seria possível um Deus que não zelasse por seus filhos, permitindo que somente através do sofrimento contínuo do abate, das torturas , do abandono, do aprisionamento, entre tantas outras formas de sofrimento eles realmente pudessem evoluir? Se os animais não possuem Carma, para que então tanta dor? Seria a falta ou a existência de um Deus? Foi para sanar estas e outras dúvidas que este livro foi escrito com auxílio da intuição advinda dos mentores espirituais,por isso aborda questões muito mais claras e pertinentes ao sofrimento destes irmãos , buscando esclarecer de forma bem ilustrativa todos os caminhos que causam o sofrimento e como é possível evitar que ele ocorra.

Boa leitura


Para adquirir o livro clique no link abaixo:

PORQUE OS ANIMAIS SOFREM



Este livro está dividido em  14  capítulos

Capítulo 1 – A ilógica de René Descartes
ü  Cógito Ergo Sum
ü  Dualismo Cartesiano

Capítulo 2 - Senciência Animal
ü  Os animais são seres sencientes
ü  Manifesto sobre a Consciência Animal

Capítulo 3 – Mecanismo. Dor. Evolução
ü   A questão da dor nos animais
ü  Evolução. Experiência. Dor
ü  Mas o que é Dor?

Capítulo 4 – livre-arbítrio X Carma
ü  livre-arbítrio X Carma Humano X Carma Animal
ü  Livre arbítrio X Carma

Capítulo 5 –Mecanismo Do Carma nos Seres Humanos
ü  O que é Carma ?

Capítulo 6 –Perispírito e a Formação dos Corpos
ü  Perispírito: Conceitos e características

Capítulo 7 – Força do Pensamento
ü   Fluidos espirituais e a atuação do ser humano sobre eles

Capítulo 8 – Fluidos X Formas –Pensamento X Miasmas
ü  Miasmas, o perigo que nos ronda

Capítulo 9 – Causa e Efeito
ü  Espiritismo. Alimentação. Obsessão. Sofrimento
animal.

Capítulo 10 – Por que os Animais Sofrem?
ü  Fim do sofrimento animal?
ü  Porque os animais sofrem
ü  Quem não vem pelo amor, vem pela dor
ü  Considerações de um amigo espiritual

Capítulo 11 – Efeito e Causa
ü  Ser humano: Causa primária
ü  Força das Coisas: domesticação de elefantes
ü  Comércio de carne e couro na Índia
ü  Caça de animais
ü  Zoológicos

Capítulo 12 – Consequências da Invigilância
ü  Doenças congênitas
ü  Leis Divinas

Capítulo 13 – Animais e Espiritismo
ü  Fim do sofrimento animal?
ü  Deus cria sem cessar: Outros mundos
ü  Fim do sofrimento animal

Capítulo 14 – Considerações Finais
ü  Sofrimento animal e carma


Disponível  na Amazon e  na Livraria Saraiva.





Contamos com a colaboração de nossos leitores na divulgação desta segunda obra, e já nos preparamos para lançar o terceiro livro em breve. 

Grande abraço

Simone Nardi

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Espiritismo High Tech


O mundo vive e respira internet


Em Junho de 2017 a empresa onde trabalho sofreu um ataque cibernético que inviabilizou qualquer trabalho com computadores. Isso nos permitiu ler e reler, estudar artigos que muitas vezes em casa não tínhamos tempo. Deparei-me em uma dessas leituras com um artigo de João de Fernandes Teixeira sobre Heidegger e a Tecnologia ( A liberdade é azul era o nome do artigo), onde o filosofo alemão questionava se a Tecnologia era algo nocivo.

Havia,  o olhar pessimista de Heidegger e o contra ponto otimista de G Simondon, belo embate muito bem escrito por João Teixeira. Realmente temos a opção de escolher, mas não apenas de escolher se queremos ou não a tecnologia, mas de como a utilizaremos.

Temos carros mais bonitos, mais potentes, mais tecnologicamente completos e ainda assim continuamos a morrer esmagados dentro deles, a morrer atropelados por eles. Até onde vemos, a Tecnologia não nos ajudou, neste caso, a sermos melhores motoristas, mas ela existe e pelo visto, não sabemos utilizá-la da melhor forma. Somos como algumas crianças que ao receberem um brinquedo novo rapidamente o destroem sobre o olhar assertivo dos pais, afinal para alguns, é preciso destruir para aprender a brincar, ao contrário de outras crianças e pais que sabem que destruir não é brincar, mas é sim algo nocivo.

E por que um Blog Veg está falando sobre Tecnologia?

O Espiritismo e as Indústrias da Morte. .Pt. 2


Bois são animais que possuem alma



Há muitos anos trabalhando na divulgação do vegetarianismo, estudando, enviando cartas, conversando com espiritas de várias Casas, conseguimos ver –ao que parece - que finalmente uma nuance de mudança começa a surgir.

Muitos sites espíritas hoje falam sobre a alimentação vegetariana, ao contrário dos e-mails “ofensivos” que recebíamos há alguns anos atrás quando enviávamos um artigo referente ao assunto e nos eram devolvidos com a frase: “Não postamos temas polêmicos no site.”

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

O Espiritismo e as Indústrias da Morte


Vacas leiteiras não são animais felizes.


Existem várias indústrias da morte criadas pelos seres humanos; vamos citar apenas 3 para não estender muito este artigo, pois não devemos fugir do tema principal que é o Vegetarianismo.


Temos então 3 das muitas vilãs criadas por nós mesmos e nosso livre arbítrio:




quarta-feira, 8 de novembro de 2017

A ficção e a realidade

A Ilha, ilusão ou realidade?




O filme “ A Ilha” não é um marco no cinema, porém é um filme simples de onde um olhar mais atento pode e consegue fazer um link com a nossa realidade. Muitos ao verem um filme conseguem captar dele ferramentas que possam utilizar no dia a dia, seja a observação simples de como as pessoas se comportam diante de algo novo ou como o filme apresenta determinados pensamentos que realmente traçam linhas paralelas entre a ficção e a realidade. Apesar de simples e com um final nada especial, esse filme é na verdade uma “ilha” de possibilidades éticas e morais, passiva, revoltosa entre tantos outros atributos que podemos enxergar.

É uma ficção –ainda – sobre a clonagem e a doação de órgãos . Seres humanos são clonados e “vivem” isolados do mundo, que segundo lhes é informado, passou por uma catástrofe e ali seria o lugar mais seguro para os sobreviventes. Porém há inúmeras regras nas instalações: