quarta-feira, 16 de agosto de 2017

5 razões espiritas para você respeitar os animais






Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 





Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2017
 Todos os direitos reservados 

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2017

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

O lobby da Indústria Farmacêutica



As pessoas comumente tomam medicamentos para seus problemas. Protetores de animais comumente lutam contra a indústria farmacêutica por utilizarem animais em seus testes de segurança. E muitos jornalistas que não entendem do assunto e acreditam no lobby da IF (INDÚSTRIA FARAMACÊUTICA), apoios tais testes alegando sempre que são para a segurança das pessoas , portanto o uso de animais se faz necessário. As IF alegam o seguinte:

 É necessário o uso de animais para que as novas medicações possam ser lançadas com segurança no mercado.

"Nós da IF, trabalhamos pelo bem dos seres humanos, por isso necessitamos de animais em nossos testes e pesquisas de doenças."

Mas o que tem- ao menos é o que parece – passado despercebido pela grande massa – mesmo pelos que protegem animais – é o excelente livro de Peter Gotzsche “Medicamentos mortais e crime organizado”, que traz o seguinte subtítulo “Como a indústria farmacêutica corrompeu a assistência médica”.

Todos deveriam ler este livro ou buscar pelo menos por algumas entrevistas e relatos do autor que trabalhou por vários anos nas IF. Não, ele não deve ser vegetariano e nem deve ser contra o uso de animais, a questão não é este, a questão a qual ele se propôs é desmascarar a IF e a nossa questão é usar esse desmascaramento contra elas no caso da utilização de animais. Pois no livro, cada palavra da IF para a utilização de animais em pesquisas se torna falaciosa, imoral e antiética, como sabemos que realmente é, porém torna mais fácil mostrar aos pseudojornalistas que as apoiam, como eles igualmente se deixam enganar por tantas mentiras.

Gotzsche abra as postas para uma avalanche de imoralidades que ocorrem no lançamento de muitas medicações. O principal : a falaciosa fala das IF ao alegarem que utilizam animais para segurança, já a partir do momento que ignoram todas as respostas negativas que ocorrem com ratos e camundongos utilizados por elas. As IF , segundo o livro deixa transparecer, só utilizam animais para a própria proteção jurídica, contra algum processo que possa vir a ocorrer quando qualquer de seus medicamentos venham a matar algumas centenas de pessoas.

O autor desfila nomes de grandes empresas que manipulam resultados sem qualquer temor processual. Ameaçam médicos, jornalistas que buscam a verdade e pesquisadores que desmascaram as falsas pesquisas e resultados. Pelo livro também desfilam nomes de remédios famosos que já foram retirados do mercado e outros que, infelizmente, ainda permanecem sendo vendidos e ameaçando a vida de milhares de pessoas. Com o livro fica ainda mais fácil compreender porque o autor compara a IF ao crime organizado.

A Talidomida quase passa despercebida diante das centenas de medicações que já mataram e quem vem matando todos os dias, medicações que são criadas não para “Curar”, mas para gerar “Lucros” financeiros cada vez maiores.

Palavras como : “NEUTRALIZAR”, “DESACREDITAR”, “DEMITIR”, fazem parte do vocabulário das IF quando se trata de prováveis ameaças aos seus lucros com a exposição da verdade sobre seus atos reais, muito semelhante com carteis de drogas que ameaçam , desacreditam e as vezes eliminam policiais.

Palestra Peter Gotzsche


Pesquisadores da IF reclamam quando protetores de animais arrombam seus laboratórios e salvam os animais. Alegam sofrerem ameaças e perseguições, no entanto esse “cartel” descrito no livro age de maneira violenta contra qualquer pesquisador que ouse demonstrar a falsidade nos resultados e o real perigo de suas medicações.

“ [...] essas ameaças incluíam telefonemas assustadores da empresa advertindo que “coisas muito ruins poderiam vir a acontecer”, carros esperando perto da casa do pesquisador a noite toda, presentes macabros ou uma carta anônima contento um retrato da filha do pesquisador saindo de casa para ir a escola. Não muito diferente das gangues do crime organizado”. P.G, 2 parag., pg.231.

É típico das empresas alegarem que o uso de animais é necessário, porém na pagina 2132, o autor narra o seguinte problema:, após um pesquisador ter descoberto que um medicamento da Glaxo aumentava o número de ataques cardíacos:

“ A Glaxo não mencionou em sua declaração que a empresa tinha sido advertida três anos antes ou que a própria pesquisa da empresa com animais tinha descoberto que o abacavir está associado com a degeneração do miocárdio em ratos e camundongos”.

Mesmo assim a empresa colocou a medicação no mercado e pesquisadores como Jens Lundgren receberam ameaças de morte após demostrarem os riscos cardíacos da medicação da empresa.

Animais de laboratório?

Há anos pesquisadores nos mostram que o uso de animais é imoral e antiético, e embora não seja esta a intenção do livro de Gotzsche, fica evidenciado nas entre linhas que o uso de animais pela IF serve apenas para sua “Proteção Judicial”, como uma fábrica de brinquedos uma vez alegou para mim:

“ testamos as peças e as tintas para, caso algum problema com alguma criança venha a ocorrer, estejamos respaldados com documentações , já que são os órgãos de fiscalização que exigem os testes. Com os documentos de testes de segurança em mãos, qualquer empresa poderá alegar que quem fez mal uso do brinquedo foi a criança.”

Testes em animais não salvam vidas, ao contrário, corroboram para que produtos letais seja, legalmente colocados no mercado consumidor. Seria muito bom se alguns jornalistas papagaios que vivem a repetir “ se não testarmos em animais, testaremos em quem?” se dessem ao trabalho de ler a Obra citada, para verem ali a resposta a questão que tanto vivem repetindo. Os medicamentos serão testados em quem?

Em quem sempre foram: Você

Agora que você sabe, vai fazer o quê?



Simone Nardi



Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 





Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2017
 Todos os direitos reservados 

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2017

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Qual a real preocupação dos Espiritas em relação aos animais e a alimentação Vegetariana?

FALE CONOSCO



Outro dia recebemos por email a seguinte questão:

“Li um artigo na internet que dizia que antes, há anos atrás, ninguém dizia que a carne fazia mal ao médium, e que só de uns tempos para cá quem virou vegetariano vinha dizendo isso, no meu Centro os trabalhadores todos comem carne  ao questionar sobre isso me disseram que a carne só faz mal para quem acha que ela faz mal, e que o médium é protegido espiritualmente , por isso não é crime comer carne. Queria saber qual preocupação dos Espiritas em relação aos animais e a alimentação Vegetariana?” (J.P.)

Embora já tenhamos respondido ao amigo leitor, achamos importante tornar esta questão um artigo para sanar a dúvida daqueles que muitas vezes leem o Blog mas não se manifestam.

Hoje vemos algumas categorias de espiritas:


  • ·         Os que permanecem ignorando o assunto Vegetarianismo e Animais.

  • ·         Os que se preocupam com os animais e com a própria alimentação.

Posto isso devemos ver o seguinte:

A primeira categoria normalmente é formada por trabalhadores que fizerem cursos espiritas e galgaram seus lugares dentro da Casa Espirita, são oradores, escritores, palestrantes, passistas, conhecem quase tudo sobre o Pentateuco, citam páginas, parágrafos, porém não estão abertos a maiores discussões que escapem de seu campo de estudo e de seu próprio campo de visão. As palavras: Animais e Vegetarianismo normalmente entram pela Casa “deles” através das pessoas que vão até ali buscar auxilio. O que nós faz pensar e inverter o problema:

Será que estas pessoas estão indo para buscar auxilio ou para auxiliar a estes Cegos que guiam Cegos?

O certo é, e sei por experiência própria, que raramente uma Casa irá por ela mesma tocar neste assunto.

A segunda categoria são exatamente as pessoas que muitas vezes vão até as Casas ou em busca de cura ou em busca de conhecimento. Destes alguns já leram o Pentateuco outros não, mas muitos já sabem que os animais têm alma, que reencarnam e que é um crime moral comer seus corpos.

Mas a questão era:

Sapo preocupadamente procupado

Qual a Real preocupação dos Espiritas em relação aos animais e a alimentação Vegetariana?

De modo bem simples em relação aos animais a resposta é:

Aos da primeira categoria a única preocupação é comê-los, aos da segunda é preservar suas vidas.

De modo bem simples em relação ao vegetarianismo a resposta é:

Aos da primeira categoria um assunto polêmico que nada tem a ver com o Espiritismo, aos da segunda é a obrigação moral de resguardar as vidas de seres igualmente criados por Deus.

Fica fácil reconhecer o espirita da primeira categoria quando ele fala do vegetarianismo ou de animais como se fossem sujeitos ocultos, colocando os médiuns em evidência.

Quando falam, por exemplo:

“O médium pode se alimentar do seu bifinho, pois em nada irá influenciar sua energia”

“ É melhor ao espirita comer seu bifinho do que se emburrar sem ele”

“ O corpo do espirita necessita da carne”

Existem muitas outras frases do mesmo gênero e em todas podemos ver que os animais, sujeitos realmente ocultos nelas, não possuem qualquer chance de serem notados. Os Animais são tidos como “bifinho” ou “carninha”. Afinal ambos não possuem mais alma.

Vejamos se os animais não ficassem ocultos como seria:

“O médium pode se alimentar do corpo de um animal criado por Deus e abatido por um de nossos irmãos humanos, pois em nada irá influenciar sua energia”

“ É melhor ao espirita comer seu animalzinho senciente do que se emburrar sem ele”

“ O corpo do espirita necessita da carne morta de um animal que estava em evolução”

Cão assutado: Os Animais tem Alma??????

Acredito que se fosse possível a esta categoria de espiritas falar a verdade objetiva, toda a Casa se tornaria vegetariana. Já que conseguiriam ver que seu alimento era na verdade uma vida. Mas eles ainda não conseguem ver os animais como um reino em evolução como conseguiriam passar isso para os demais?

A segunda categoria realmente se preocupa com a energia deletéria que a carne gera no corpo do médium, tanto que a espiritualidade necessita bloquear tal energia antes que prejudique a pessoa que irá receber o passe. Que dirá então o passe nos animais.

Não se engane o leitor acreditando que as Casas que realizam tratamento de animais são todas vegetarianas. Há uma cultura dentro delas mais de medo do que de racionalidade que não lhes permite aceitarem o vegetarianismo de braços abertos. As desculpas são bem parecidas com os espiritas da primeira categoria:

“ Cada um tem o seu tempo”

“Nem todos conseguem ficar sem a carne”

“ É melhor ter trabalhadores carnívoros do que não ter nenhum”

È possível notarmos que aqui também, apesar da Casa receber animais para tratamento, que os animais igualmente permanecem ocultos.

“ Cada um tem o seu tempo para parar de matar animais”

“Nem todos conseguem ficar sem a carne de um animal em evolução”

“ É melhor ter trabalhadores carnívoros, ou seja, que comem a carne de animais sencientes do que não ter nenhum”

Qual a vantagem de manter trabalhadores que não se afinem moralmente com o trabalho? Sim, porque é exatamente isso o que ocorre, para ter trabalhadores se aceitam pessoas que nem sempre estão dispostas a ver animais como merecedores de seu amor, principalmente se não forem cães e gatos.

Já dissemos tantas vezes e vamos repetir:

Não seria melhor estudar um ano antes e só depois que todos forem vegetarianos abrir tais trabalhos? E avisar que para trabalhar ali é preciso estudar e reaprender a se alimentar.

Agora a pergunta começa a ficar mais difícil de responder, talvez por isso muitas pessoas estejam abandonando as Casas Espiritas e algumas até mesmo tenham enveredado pelo ateísmo, já que os Ideais Espiritas não condizem com o que os espiritas praticam.

Qual a Real preocupação dos Espiritas em relação aos animais e a alimentação Vegetariana?

A deles não podemos dizer com certeza, mas a nossa é:

Divulgar ao máximo a espiritualidade dos animais, o respeito por suas vidas e todo o sofrimento pelo qual estes irmãos passam para que alguns satisfaçam sua gula, por isso disponibilizamos artigos dos mais diversos, aceitamos artigos de outros amigos, elaboramos e-books sobre alimentação vegetariana tudo para que aqueles espiritas que possuem realmente Fé raciocinada e boa vontade possam encontrar aqui um pouco de paz, apoio e compreensão de seus duvidas.

Águia, um dia foi o o simbolo do Blog há mais de 15 anos atrás


Simone Nardi




Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 








Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2017
 Todos os direitos reservados 

RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2017

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Animais podem ser Médiuns?



Aura Leão


Muitas vezes somos questionados sobre a Mediunidade dos Animais, se eles são Médiuns, se podem ver espíritos, ouvir, se comunicar.

Primeiro temos que compreender o conceito de Mediunidade, ou seja, a pergunta a ser feita antes é:

O que significa a palavra Médium?

Médium é todo aquele que possui a capacidade de se comunicar com os espíritos e de transmitir relatos dessa comunicação, é um intercâmbio entre o Plano Espiritual e o Plano Material.

Os animais podem ver espíritos; os espíritos podem até se comunicar (falar) com os animais, porém estes não conseguem transmitir ou intercambiar essa comunicação.

Podemos até perceber quando nossos animais estão vendo alguém que muitas vezes - para nós - não está ali, até mesmo um outro animal. Quando eles veem alguém conhecido podemos notar o semblante alegre, o rabo muitas vezes a se agitar; ou podem tornar-se arredios a qualquer parte da casa por determinado tempo ao ver um animal ou pessoa desconhecida, mas isso nós acabamos por "supor" por conhecermos a reação de nossos animais, não é possível identificarmos com precisão por eles não conseguirem transmitir de forma clara o que estão vendo. Salvo aos médiuns clarividentes.
Akita- Hime

Eu tive vários cães durante minha vida, a certa altura tive uma fêmea de Akita que ficava junto com uma Rottweiler, as duas brincavam pela casa toda, porém meu quarto, onde a Akita dormia, era um local de disputa na qual a Akita não permitia que a amiga Rott adentrasse. Jade , a Rottweiler, só conseguia entrar no quarto quando Hime, a Akita, não estava em casa.

Quando a Akita desencarnou e soltamos a Jade pela primeira vez para correr sozinha dentro de casa, ela disparou na direção do quarto e freou pouco antes de passar pela porta, tal como acontecia quando Hime ainda era viva. Por cerca de duas ou três semanas Jade não entrou no quarto, por mais que a incentivássemos a entrar ela se deitava frente a porta e olhava fixo numa direção, provavelmente onde Hime, mesmo desencarnada, se mantinha vigilante.

Jade no quarto
Depois das primeiras semanas Jade conseguiu entrar, correr e brincar, mas mesmo assim vez ou outra, assumia a postura defensiva e se mantinha do lado de fora do quarto por horas, algumas vezes latindo para o “nada” até ser "liberada" para entrar. Sabíamos que Hime estivera ali por algum tempo, prova é de que a amiga também a vira.

Outros animais, sobretudo nas filas do abatedouro, também conseguem enxergar os vampiros astrais que rondam aqueles corredores. Não se trata apenas de dizer que o "Instinto" leva o animal ao terror, não, além do instinto e do odor de sangue de outros animais, os bois, suínos entre outros, enxergam seus algozes do plano material e do plano espiritual.

____Os irracionais não possuem faculdades mediúnicas propriamente ditas.
Contudo, têm percepções psíquicas embrionárias, condizentes ao seu estado evolutivo, através das quais podem indiciar as entidades deliberadamente perturbadoras, com fins inferiores, para estabelecer a perplexidade naqueles que os acompanham, em determinadas circunstâncias.
 EMMANUEL  


Nem sempre, apesar do que alguns possam afirmar, os animais enxergam apenas entidades inferiores. Até porque existem equipes espirituais que protegem os animais e que necessitam que os animais os vejam para que assim possam auxiliá-los. Esta mesma Rottweiler era amiga inseparável de minha avó que desencarnou também naquele mesmo ano. Jade tinha por costume deitar-se aos pés de minha avó para que esta os colocasse sobre seu dorso e ficassem aquecidos. Passado alguns meses de seu desencarne, Jade que não havia mais se aproximado do sofá, deitou-se como o fazia antes, para que minha avó repousasse os pés sobre ela e ali passou algum  tempo. Sabíamos que minha avó nos visitava porque sentíamos seu perfume característico e nesse mesmo dia Jade repousava ao lado do sofá como sempre o fizera. Jade era bem espiritualizada  já que todas as noites se juntava a nós para fazer o Evangelho no Lar.

Hime em tratamento
Se prestarmos atenção aos nossos animais, veremos que eles percebem muitas coisas que nós mesmos deixamos passar despercebido. Todo lar, todo quarteirão, toda cidade possui um mentor espiritual que guia equipes de espíritos que cuidam apenas de animais. Recolhem os que desencarnam nas ruas, direcionam alguns rumo a segurança de um novo lar e nos auxiliam em casos de doenças e desencarnes. Os animais podem vê-los quando se faz necessário.

Assim igualmente podem ver obsessores e vampiros astrais, mas não necessariamente verem apenas seres "inferiores" por ainda não possuírem a razão ou a capacidade mediúnica de outro reino -neste caso hominal-.

Os animais possuem determinadas capacidade mediúnicas : ver, ouvir, sentir. Porém ainda não possuem a capacidade mediúnica de transmitir verbalmente ou incorporar. Podem ver o bem assim como podem ver o mal dentro de nossos lares vai depender muito de nossa sintonização, se abrirmos caminho para espíritos bons é somente estes que os animais irão ver dentro de nossos lares, bem como se abrirmos terreno para espíritos errantes ou obsessores, também será estes que nossos animais terão de ver e pior, conviver.

Os olhos deles estão abertos para o mundo, a opção do que mostrar-lhes é nossa.


Simone Nardi





Referência

  O CONSOLADOR – 23a. edição - Francisco Cândido Xavier – ditado pelo espírito EMMANUEL 
  








PARA LER MAIS:








Gostou deste Blog? 
Mande um recado pelo
Nos Ajude a divulgar 










Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2017
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2017


segunda-feira, 24 de julho de 2017

Próximos artigos e estudos

Todos os dias estamos trabalhando para deixar o Blog com mais informações e esclarecimentos dentro daquilo que nos propusemos a estudar ; Tratar do assunto "animais" dentro dos temas da Ciência, Filosofia e Religião, temas estes com os quais transitamos há muitos anos; fizemos um planejamento para o Blog, variando entre temas/artigos de interesse geral e temas que também nos foram solicitados por muitos amigos através do Fale Conosco, além de  assuntos que auxiliam no estudo do Tema principal do Blog : A questão espiritual dos animais. 


Estamos planejando grandes novidades para o ano que vem, fique ligado.





Irmão urso, alma animal


Esperamos mais sugestões, mais críticas e mais amigos.
Mande sua sugestão, artigos , criticas ou duvidas para  o Fale Conosco


OBS: Os links só funcionarão depois que os artigos estiverem no blog.



Próximos temas:


Até breve


Simone Nardi






Gostou deste artigo?

Mande um recado pelo


Nos Ajude a divulgar 








Licença Creative Commons     Blog Irmãos Animais-Consciência Humana - Simone Nardi -2017
 Todos os direitos reservados 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS - CÓPIA E REPRODUÇÃO  LIBERADAS DESDE QUE CITADA A FONTE - 2017